10 coisas que apenas pessoas com ansiedade de alta funcionalidade entenderão

É fácil identificar a ansiedade quando ela se manifesta de maneiras mais óbvias, como ataques de pânico e grandes alterações de humor.

No entanto, a condição pode ser mais sutil. Você pode se
sentir angustiado, mas continuar a funcionar normalmente no seu dia-a-dia, o
que significa que ninguém ao seu redor realmente percebe o que está acontecendo
com você internamente.

Esta forma particular de ansiedade é muitas vezes referida
como ansiedade de alto funcionamento ou alta funcionalidade.

De acordo com a psicóloga Alicia Clark, autora de “Hack
Your Anxiety”, este não é um diagnóstico clínico, mas sim um termo
genérico para descrever a experiência de uma pessoa que vive com uma quantidade
considerável de ansiedade, mas sem as limitações “funcionais” necessárias para
satisfazer os critérios “oficiais” do transtorno de ansiedade.

Os sinais

Se você acha que este pode ser o seu caso, dê uma olhada nos
sinais da condição listados a seguir para saber se você se identifica.

Vale lembrar que a ansiedade, mesmo em níveis baixos, pode
ser administrada e tratada –para isso, você precisa procurar um profissional de
saúde.

1. Você se destaca em sua carreira, mas tem dificuldade em
sua vida pessoal

Uma atitude comum entre as pessoas que têm ansiedade de alto
funcionamento é a tendência de aplicar os mesmos padrões de comportamento que o
ajudam a se destacar em sua carreira em sua vida pessoal.

Segundo Simon Rego, psicólogo do Montefiore Medical Center e
professor de psiquiatria e ciências comportamentais na Faculdade de Medicina
Albert Einstein, em Nova York, isso não é bom porque as pessoas em sua vida
pessoal não são seus colegas de trabalho ou subordinados e as coisas fora desse
ambiente raramente se desenrolarão da mesma maneira que dentro do seu escritório.

Sua vida pessoal é imprevisível e incontrolável, e definir o
sucesso nessa área não é tão claro e mensurável quanto objetivos de carreira
normalmente são. Algumas pessoas têm dificuldade em lidar com isso até o ponto
em que quase nunca se sentem à vontade fora do trabalho.

2. Você parece ambicioso, mas é na verdade ansioso

Na superfície, hábitos como trabalhar longas horas e
responder instantaneamente a e-mails podem parecer ambição. Na realidade,
porém, pode ser sua ansiedade falando mais alto.

O que te alimenta não é um forte desejo de ter sucesso, mas
sim o medo de não ter sucesso. Ter medo de resultados indesejados, como
arruinar sua reputação ou fracassar no trabalho, pode ser um fator determinante
para esse comportamento, conforme explica o psicólogo clínico Carly Claney.

3. Você parece bem, mas por dentro está sofrendo

De acordo com Alicia Clark, pessoas com ansiedade de alto
funcionamento tendem a ser planejadoras e criadoras de listas.

A ideia é de que isso coloca a pessoa “no controle” de todas
as áreas da sua vida. Contudo, essas listas e agendamentos podem ser mais
cansativos e causar mais estresse do que o razoável.

À medida que sua ansiedade aumenta e a fadiga se instala,
você pode se ver priorizando seu tempo na forma de esquiva ou fuga dos
compromissos, o que pode agravar ainda mais a condição.

4. A interrupção de sua rotina te chateia

A chateação pode ser uma emoção secundária do medo de perder
o controle, o que pode levar a mais ansiedade.

5. Sua mente nunca para, mesmo quando você está exausto

“As pessoas com ansiedade de alto funcionamento podem
conceitualmente reconhecer a necessidade de equilíbrio e descanso para
continuar usando sua ansiedade de forma eficaz, mas parar para relaxar ou
desligar nem sempre é fácil”, afirma Clark.

Por exemplo, as noites geralmente são preenchidas com
tarefas domésticas, ou a culpa de não realizar tarefas se houver descanso. E,
quando você tenta descansar, geralmente é na forma de tarefas ou hobbies que são
(levemente) menos cansativos.

6. Quando você está com os outros, sua mente está sempre em
outro lugar

Com ansiedade de alto funcionamento, surge a preocupação
mental, que pode deixá-lo pensando sobre o trabalho quando está com os amigos
ou obcecando sobre a discussão que teve com seu parceiro durante uma reunião de
trabalho.

“Como você está acostumado a processar as coisas
rapidamente, e muitas vezes em sua cabeça, estar totalmente presente com os
outros pode ser um desafio”, esclarece Clark.

Isso, por sua vez, pode fazer com que o tempo de inatividade
pareça inquietante, não importa o quanto você queira desligar ou estar presente
em um momento com amigos ou família. Como resultado, isso pode causar – você
adivinhou – mais ansiedade.

7. Você fica chateado com coisas que a maioria das pessoas
não fica

Pessoas com ansiedade tendem a ser sensíveis ao seu
ambiente. “Você sente as coisas mais profundamente, está mais consciente
das diferenças sutis e está quase sempre usando recursos internos para tolerar
fatores irritantes em segundo plano, mesmo que não esteja consciente
disso”, explica Clark.

Do que estamos falando? Talvez roupas desconfortáveis,
temperatura desagradável, ruídos, luzes brilhantes.

Um pequeno irritante para a maioria pode ser um grande
irritante para alguém com ansiedade de alto funcionamento. Quanto mais você
precisar que as coisas sejam de uma determinada maneira para administrar sua
ansiedade, mais perturbado você se tornará quando elas não forem.

8. Você frequentemente cancela planos porque não tem energia
para “fingir”

É preciso uma enorme quantidade de energia para manter os
padrões excessivamente altos que podem surgir com a ansiedade de alto
funcionamento.

“É cansativo ficar preocupado o tempo todo e criar
rotinas para aumentar a segurança para lidar com isso”, conta Rego. Isso
pode resultar em desistir dos planos que você fez porque acha que não tem saco
para “fingir” nada para os outros.

9. Dias de folga parecem mais trabalhosos do que trabalhar

Um dia de folga para alguém com ansiedade de alto
funcionamento é quando ela pensa que pode finalmente fazer todas as outras
coisas da sua lista de tarefas, em vez de usar o momento para descansar ou
recarregar as energias.

“Encarar uma lista de tarefas mais longa do que o tempo para
terminá-la, com um nível de energia esgotado, pode fazer com que esses dias
pareçam ainda mais desgastantes do que um dia de trabalho”, resume Clark.

Como resultado, você pode terminar seus dias de folga pensando
mais no que não realizou do que no que realmente fez.

10. Seus sentimentos são descartados pelos outros porque você
parece bem ou está se saindo bem no serviço

Talvez a realidade mais frustrante de viver com ansiedade de
alto funcionamento seja o mal-entendido que a acompanha.

Seus sentimentos de fracasso ou de estar fora do controle podem
não fazer sentido para os outros, e você pode se sentir invalidado por isso.

Quando sua tentativa de vulnerabilidade é mal compreendida
ou descartada, ela pode solidificar a crença de que o fracasso não é uma opção
para você, o que exacerba ainda mais sua ansiedade.

Saiba que esse tipo de existência pode ser gerenciado. Converse com seu médico ou um profissional de saúde mental se sua ansiedade se tornar desgastante demais; você merece se sentir melhor. [HuffPost]



[ad_2]

Source link

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send message via your Messenger App