Híbridos de humanos e animais nascerão no Japão em experimento inovador
Embrião híbrido de humano e ovelha feito pela equipe de Nakauchi

O Japão deu aprovação para a realização de um experimento inovador
(e extremamente polêmico): a criação de embriões híbridos de animais e seres humanos.

A experiência, controversa e banida em diversos países, será
liderada pelo biólogo Hiromitsu Nakauchi, que pesquisa células-tronco na
Universidade de Tóquio (Japão) e na Universidade Stanford (EUA), e que vinha
esperando por esse momento há mais de uma década.

Inicialmente, o estudo envolverá roedores geneticamente
modificados que irão receber células-tronco humanas.

Ao contrário de pesquisas preliminares anteriores, os
pesquisadores não precisarão eliminar os embriões híbridos em determinado
ponto; eles poderão ser completamente gestados e acompanhados por dois anos.

Progresso lento

Já houveram embriões híbridos no passado – entre humanos e
ovelhas, e entre humanos e porcos -, mas eles nunca foram gestados até o
nascimento.

Uma das maiores preocupações da comunidade científica é como
as células-tronco humanas irão se comportar no corpo animal uma vez que forem
injetadas.

Sem medo

Nakauchi entende os anseios do público, mas não crê que
animais humanizados serão um problema neste experimento.

Ano passado, sua equipe criou os primeiros embriões híbridos de humanos e ovelhas e, embora só tenham sobrevivido por 28 dias, eles continham muito poucas células humanas – apenas uma a cada 10.000 ou menos, aproximadamente.

“Estamos tentando assegurar que as células humanas
contribuam apenas para a geração de determinados órgãos”, explicou Nakauchi ao Stanford
Medicine’s Out There
.

Se este tipo de estudo se tornar um sucesso, poderia significar uma enorme vantagem para as milhares de pessoas que precisam de transplante e doação de órgãos atualmente. [ScienceAlert]



[ad_2]

Source link

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send message via your Messenger App